quinta-feira, 29 de abril de 2010

Breves Férias


Devido à falta de tempo, terei de fazer umas pequenas férias.

O PM voltará à actividade por volta do dia 18 de Maio, de modo a acompanhar a Taça Latina.



Obrigado e desculpem,

PM

domingo, 18 de abril de 2010

Niz encerra participação portuguesa em França


Adriano Niz, o único português em prova neste último dia de competição do Open de França 2010, não conseguiu melhorar o seu tempo, tocando a placa em 2:04.42 e ficando na última posição da final (8º lugar).

O regresso da comitiva portuguesa está marcado para amanhã.

Ovar vence Campeonato Nacional de Inverno de Natação Sincronizada


O Campeonato Nacional de Inverno de Natação Sincronizada terminou hoje na Piscina Municipal de Coruche tendo como vencedor o Ovar, numa competição em que se verificou um recorde de número de clubes (9) e de nadadoras (93).

O clube Serviços Sociais Culturais Trabalhadores do Município de Ovar terminou com um total de 348 pontos, enquanto o FOCA – Clube de Natação de Felgueiras somou 342 e o Clube de Natação da Amadora obteve 276 pontos.

O Condeixa Aqua Clube e a GesLoures participaram pela primeira vez no Campeonato Nacional, prova em que a nível colectivo o Ovar venceu em infantis (222 pontos) e seniores (108.0000) e o FOCA em juvenis (229) e juniores (223).

O Campeonato Nacional de Verão realiza-se nos dias 17 e 18 de Julho, em Leiria.


Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

Bonança e Marta Saraiva vencem 4º Controlo 5km Indoor


Realizou-se, ontem, o 4º Controlo 5km Indoor, na Piscina Municipal da Póvoa de Varzim.

A nível masculino, os três primeiros classificados, Mário Bonança SCP (0:55:21.73), Diogo Gaspar SFUAP (O:55:46.01), e Vasco Gaspar SFUAP (O:55:49.28), fizeram um tempo melhor que o tempo do vencedor de qualquer uma das três edições anteriores.
A nível feminino, as provas já não foram tão boas. Marta Saraiva SFUAP venceu com 1:03:17.36, Lara Pinheiro CFB foi segunda com 1:04:43.47, e Ana Monteiro CFV fechou o pódio com 1:06:17.40.

O campeão masculino de todas as edições anteriores, Arseniy Lavrentyev, faltou à prova, assim como Daniel Viegas.
Daniela Inácio havia ganho as três primeiras edições, a nível feminino, com tempos bastante melhores que campeã deste ano. Apesar disto, ela não esteve presente na prova, visto que abandonou a natação.



Resultados - http://www.fpnatacao.pt/Resultados/provas0910/12_5kmindoor/index.html

sábado, 17 de abril de 2010

Niz consegue passaporte para a final dos 200C


Adriano Niz, o único representante português da sessão da tarde de hoje, ficou em quarto na segunda meia-final, com 2:03.82, ligeiramente acima do tempo da manhã, 2:03.75.

Este tempo permitiu-lhe a passagem à final no último lugar (8º).

Amanhã será o último dia de competição.


Força Portugal!


Resultados em Directo - http://www.liveffn.com/live/index.php?go=nat_res&idcpt=170&idlng=fra

Convocatória FPN para o II Estágio Pré-Junior


No seguimento do Plano de Alto Rendimento e Selecções Nacionais de Natação Pura, a Federação Portuguesa de Natação, FPN, convocou, para o II Estágio de Preparação Geral Pré-Junior, que decorrerá entre os dias 22 e 25 de Abril, em Rio Maior, 21 nadadores (12 fimininos e 10 masculinos).


Masculinos: Diogo Sousa, CNCVG; Gustavo Madureira, AAC; João Santos, CNOL; Luís Fernandes, GDNVNF; Paulo Janeiro, CNLA; Pedro Santos, SAD; Ruben Nunes, GESP; Tiago Oliveira, LSC; Tomás Silva, FCP.

Femininos: Ana Gomes, CFV; Ana Luísa Carvalho, CNAC; Ana Marta Miranda, SFUAP; Bruna Dantas, SCP; Diana Durães, FOCA; Florbela Machado, ASSSCC; Inês Fernandes, SCP; Inês Paiva, SAD: Isabel Abreu, CFB; Joana Santos, SFUAP; Paula Oliveira, FCP; Rita Leitão, SLB.


Enquadramento Técnico
Treinadores FPN - Bruno Freitas e Joana Reis
Treinadores convidados - Domingos Pinto, LSC; Edgar Andrade, CNCVG; Iara Santos, FCP


Dos nadadores presente no Multinations, apenas não foram convocados: Ana Rodrigues, CGA; Carlos Pedrosa, CNPD.
Para além das atletas presentes no Multinations foram ainda convocadas: Florbela Machado, ASSSCC; Joana Santos, SFUAP; Rita Leitão, SLB.

Portugal em bom plano na manhã do 5º dia


Morgado na casa dos 53s e, mesmo assim, fora da meia-final

A manhã do quinto dia do Open de França começou relativamente bem para Portugal, que teve inúmeros atletas em competição, os quais demonstraram estar a um bom nível. O capitão da selecção portuguesa, Simão Morgado, ficou fora das meias-finais aos 100M, embora tenha conseguido o 3º lugar nas eliminatórias, com uns brilhantes 53.63, só que, nenhum dos dois primeiros classificados era francês, o que o leva a ser o terceiro não francês. Ficou, portanto, a 4 centésimos da passagem.


Resultados dos Portugueses:

Eliminatórias
Masc:
100M
3º Simão Morgado - 53.68 (não apurado - 3º não francês)
6º Diogo Carvalho - 54.17 (não apurado - 4º não francês)
10º Nuno Quintanilha - 54.79 (não apurado - 5º não francês)
11º Duarte Mourão - 54.82 (não apurado - 6º não francês)
200C
5º Adriano Niz - 2:03.75 (apurado para a meia-final - 1º não francês)
200L
9º Jorge Maia - 1:51.65 (não apurado - 2º não francês)
11º Luís Pinto - 1:51.95 (não apurado - 3º não francês)
13º César Faria - 1:52.05 (não apurado - 4º não francês)
16º Fábio Pereira - 1:52.98 (não apurado - 5º não francês)
DNS Adriano Niz

Quintanilha de prata na 4ª jornada do Open de França


No quarto dia de competição, Portugal consegue, novamente, subir ao pódio, desta feita ao segundo lugar, por intermédio de Nuno Quintanilha, nos 200M. Por outro lado, Diogo Carvalho, medalhado de ouro no dia anterior nos 200E, venceu a Final-B dos 400E no entanto, com um tempo bastante longe do seu PR, o qual constitui o NR de Portugal, mas que, ainda assim, lhe daria a quinta posição na Final-A.

Resultados dos Portugueses
Eliminatórias
Masc:
400E
6º Diogo Carvalho - 4:30.64 (apurado para a Final B - 2º não francês)

Fem:
200B
13ª Diana Gomes - 2:38.83 (não apurada - 5ª não francesa)
100M
10ªSara Oliveira - 1:01.42 (não apurada - 3ª não francesa)


Finais
Masc:
200M - Final
2º Nuno Quintanilha - 1:59.20
400E - Final-B 400E
1º Diogo Carvalho - 4:26.83

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Diogo Carvalho arranca vitória na 3ª Jornada


O terceiro dia de competição acabou por ser bastante motivador para a selecção portuguesa, com Diogo Caravalho a obter o ouro na final dos 200E, apesar do seu tempo, 2:02.93, estar bastante longe do seu melhor.


Resultados dos Portugueses:
Eliminatórias
Masc:
200M
4º Nuno Quintanilha - 1:59.96 (apurado para a meia-final - 1º não francês)
8º Duarte Mourão - 2:00.89 (apurado para a meia-final - 2º não francês)
9º Diogo Carvalho - 2:01.03 (não apurado - 3º não francês)
100L
8º Alexandre Agostinho - 50.13 (não apurado - 2º não francês)
21º Luís Pinto - 51.68 (não apurado)
33º Paulo Santos 33º 52.47 (não apurado)

Finais
Masc:
200E - Final
1º Diogo Carvalho - 2:02.93
200M - Meia-Final
2º Nuno Quintanilha - 1:59.14 (apurado para a final - 1º não francês)
4º Duarte Mourão - 1:59.94 (não apurado - 2º não francês)

4º Controlo de Tempo 5km Indoor marcado para amanhã


Realizar-se-á amanhã, dia 16 de Abril, o 4º Controlo de Tempo 5km Indoor, o qual terá lugar na Piscina Municipal da Póvoa de Varzim, com início marcado para as 15h.
Em participação estarão 31 atletas (11 femininos e 20 masculinos.
O objectivo da prova é a elaboração de um ranking de longas distância Indoor, o qual será depois utilizado para seleccionar os nadadores para estágios e/ou provas de Água Abertas.

Start-List - http://www.fpnatacao.pt/Resultados/provas0910/12_5kmindoor/start_list.pdf
Resultados em Directo - http://www.fpnatacao.pt/Resultados/provas0910/12_5kmindoor/index.html

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Portugal em bom plano na 2ª Jornada do Open de França


Na segunda jornada, Portugal teve três participações na parte da tarde: Diogo Carvalho foi 1º na meia-final dos 200E, Alexandre Agostinho foi 7º na Final dos 100L e Sara Oliveira foi 6ª na meia-final dos 200M.

Resultados dos Portugueses:

Eliminatórias
Masc:
50L
7º Alexandre Agostinho - 22.78 (apurado para a final A - 1º não francês)
11º Paulo Santos - 23.19 (não apurado - 4º não francês)
200E
2º Diogo Carvalho - 2:03.53 (apurado para a meia-final - 1º não francês)
7º Duarte Mourão - 2:05.34 (não apurado - 3º não francês)

Fem:
100B
9º Diana Gomes - 1:12.65 (não apurada - 3ª não francesa)
200M
6ª Sara Oliveira - 2:13.47 (apurada para a meia-final - 2ª não francesa)


Finais
Masc
200E - Meia-Final 200E
1º Diogo Carvalho - 2:02.89 (apurado para a final)
50L - Final A
7º Alexandre Agostinho - 22.66

Fem:
200M - Meia-Final 200M
6º Sara Oliveira - 2:13.51 (não apurada - 2ª não francesa)


Resultados em Directo - http://www.liveffn.com/live/index.php?go=nat_res&idcpt=170&idlng=fra

Portugal em 4.º no Torneio de Apuramento


A Selecção Nacional perdeu hoje [dia 11 de Abril] por 10-5 com a Eslovénia na última jornada do Grupo C do Torneio de Apuramento para o Campeonato da Europa de Juniores Masculinos de pólo aquático que decorreu na Piscina do Clube Fluvial Portuense.
Portugal terminou com seis pontos, correspondentes às vitórias com a Irlanda (17-7) e a Macedónia (16-8), num grupo em que ficaram apuradas para o Europeu a Turquia e a Eslovénia.

Portugal, 5 – Eslovénia, 10
Parciais: 1-5, 0-1, 3-3, 1-1
Marcadores Portugal: Tiago Paraty (1), Ruben Figueiredo (2) e Francisco Sousa (2)

Moldávia, 20 – Irlanda, 2
Parciais: 2-1, 6-0, 5-0, 7-1

Turquia, 19 – Macedónia, 4
Parciais: 5-0, 6-0, 4-0, 4-4


Texto FPN (adaptado) (http://www.fpnatacao.pt/).

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Open de França - 1ª Jornada


A selecção portuguesa de natação está representada por 13 nadadores (2 femininos + 11 masculinos) no Open de França, que tem lugar entre 13 e 18 de Abril.
Na competição estão presentes 296 nadadores - 167 masculinos e 129 femininos.

Selecção portuguesa:
Fem: Diana Gomes, CNA; Sara Oliveira, FCP.
Masc: Adriano Niz, SLB; Alexandre Agostinho, Portinado; César Faria, ADBA; Diogo Carvalho, CGA; Duarte Mourão, CNA; Fábio Pereira, CFV; Jorge Maia, GDNVNF; Luís Pinto, CDN; Nuno Quintanilha, LDC; Paulo Santos, FCP; Simão Morgado, CNA.


1ª Jornada: Portugal Conquista uma meia-final e 3 finais-B

Resultados dos Portugueses:
Eliminatórias:
Masc:
50M
6º Simão Morgado - 24.63 (não apurado - 3º não francês)
400L
13º Jorge Maia - 3:58.35 (apurado para final B - 2º não francês)
17º César Faria - 3:59.90 (não apurado)
20º Fábio Pereira - 4:02.82 (não apurado)
100C
13º Adriano Niz - 57.99 (apurado para a meia-final - 2º não francês)

Fem:
50B
8º Diana Gomes - 33.41 (apurada para final B - 2ª não francesa)
50M
10ª Sara Oliveira -28.35 (apurada para final B - 2ª não francesa)


Finais:
Masc:
100C - Meia-Final
13º Adriano Niz - 57.59
400L - Final B
8º Jorge Maia - 4:02.72

Fem:
50M - Final B
4ª Sara Oliveira - 28.36
50B - Final B
1ª Diana Gomes - 33.23


Resultados em Directo - http://www.liveffn.com/live/index.php?go=nat_res&idcpt=170&idlng=fra

terça-feira, 13 de abril de 2010

3 NRs na XVIII edição Taça Vale do Tejo


Decorreu no passado sábado, dia 10 de Abril, a 18ª edição da Taça Vale do Tejo, a qual contou com a presença da selecção de dez associações: ANA, ANALG, ANMIN, ANC, ANDS, ANDL, ANL, ANNP, ANIC e ANALEN. A prova destinava-se a nadadores infantis e juvenis.
Foram batidos 3 NRs na categoria juvenil: 4x100L femininos pela selecção da ANL com 4:06.18; 4x100L masculinos pela seleccção da ANNP com 3:56.39; e 100L femininos, por intermédio de Isabel Abreu, com 59.46. Foram, também, batidos vários recordes da competição.

Classificação
1º ANNP, 306 pontos
2º ANC, 228 pontos
3º ANMIN, 225 pontos
4º ANDL, 197 pontos
5º ANALG, 187 pontos
6º ANA , 153 pontos
7º ANL, 152 pontos
8º ANDS, 141 pontos
9º ANALEN, 96 pontos
10º ANIC, 87 pontos

Resultados - http://www.ands.pt/includes/tng/pub/tNG_download.asp?id=730aa767e415f44e20bf7266e70f4c34

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Análise PM aos Campeonatos de Juniores e Seniores PL 2010


Como já tinha sido anunciado no blog, decorreu nos passados dias 9, 10 e 11 de Abril, o Campeonato Nacional de Juniores e Seniores, que teve lugar no Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra.
A prova revelou-se muito interessante de acompanhar, tendo sido batidos 22 recordes nacionais, e conseguidos 11 TAC's para os Europeus de Juniores em Helsínquia e 7 para os Europeus Absolutos em Budapeste.
No sector Junior são de destacar: as atletas Ana Rodigues AEJ, Andreia Gomes VSC, Maria Rosa SCP , Diana Rocha CFV e Mafalda Beleza SCP, a nível feminino; e os atletas Gustavo Santa CNLA, Alexis Santos SCP, André Lopes AAC, Mário Pereira GCF e Pedro Agostinho SCP, a nível masculino.
Na categoria Senior são de destacar: as atletas Sara Oliveira FCP, Nádia Vieira GESL, Marta Marinho FCP, Joana Carvalho FCP e Joana Rodrigues FCP, a nível feminino; e os atletas Diogo Carvalho CGA, Nuno Quintanilha LDC, Alexandre Agostinho PORTINADO, Duarte Mourão CNA, Jorge Maia GDVNF, a nível masculino.
O atleta que arrecadou mais ouros foi o junior Alexis Santos, do SCP, com 6. Segue-se Ana Rodrigues, também ela junior, com 5. O atleta senior com mais ouros foi a Marta Marinho do FCP/Dolce Vita, com um total de 4.

Equipas mais medalhadas:
1º SCP - 22 + 11 + 6 = 39
2º FCP - 18 + 13 + 5 = 36
3º CNA - 6 + 6 + 8 = 20
4º SLB - 5 + 3 + 4 = 12
5º AEJ - 5 +0 + 0 = 5


Resultados Completos - http://www.fpnatacao.pt/Resultados/provas0910/07cnjunsenPL/index.html

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Resultados em Directo do Nacional de Juniores e Seniores


Inicia-se hoje, às 9h e 30min, a primeira competição absoluta da época em piscina longa, o Campeonato Nacional de Juniores e Seniores. A prova decorrerá entre hoje e Domingo, ao longo de seis sessões, e decorrerá no Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra. Em competição estará um total de 387 nadadores (189 masculinos e 198 femininos), em representação de 62 clubes.
Na sexta-feira e no sábado as sessões têm início às 09h30 e 16h30 e no domingo às 09h00 e 15h30.

Resultados em Directo - http://www.fpnatacao.pt/Resultados/provas0910/07cnjunsenPL/index.html
TAC's para o Mundial Absoluto Xangai 2011 - http://www.fileden.com/files/2007/2/13/770980/Xangai2011_TAC.pdf
TAC's para o Europeu Júnior Helsínquia 2010 - http://www.fileden.com/files/2007/2/13/770980/Helsinquia2010_TAC.pdf

Acção de Formação ‘Dinâmica Metabólica da Prova de 100m Livres’


A Federação Portuguesa de Natação vai organizar uma acção de formação subordinada ao tema ‘Dinâmica Metabólica da Prova de 100m Livres’ na próxima sexta-feira (dia 9), às 21h00, no Complexo de Piscinas Olímpicas de Coimbra.
A apresentação será assegurada pelo ex-nadador de Alto Rendimento e agora treinador de natação, João Coelho.
As inscrições são gratuitas.


Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).
Inscrição online - http://www.fpnatacao.pt/eventos_detalhe.php?idEvento=3580&menu=inscrever

Diogo Gomes Sousa eleito nadador do mês de Março


Diogo Gomes Sousa é o nadador do mês de Março, durante o qual realizou brilhantes exibições no Campeonato Nacional de Juvenis e no Multionations Youth Meet.


Na prova realizada em Rio Maior, o nadador da categoria Juvenil B do Colégio Vasco da Gama conquistou sete medalhas de ouro, cinco individuais e duas em estafetas.
O jovem de 15 anos venceu as provas de 100 costas (1:01.29), 200 costas (2:12.08), 100 mariposa (58.12), 200 estilos (2:13.01) e 100 livres (54.32), sempre com marcas inferiores ao vencedor do escalão Juvenil A, um ano mais velho.
Diogo Gomes Sousa fez parte das equipas que conquistaram as medalhas de ouro nos 4x200 livres e 4x100 estilos, tendo a estafeta sido desclassificada nos 4x100 livres.


No Multinations Youth Meet, o nadador participou em sete provas, obteve cinco medalhas (três de prata e duas de ouro) e bateu dois recordes nacionais do seu escalão, na prova de 100 costas (1:00.64 e 1:00.20).
A nível individual ficou no 2.º lugar nos 100 costas (1:00.20) e 200 costas (2:11.10), conquistou a medalha de prata nos 100 mariposa (57.61) e ficou no 4.º lugar nos 200 estilos (2:13.45). Diogo Gomes Sousa integrou as estafetas de 4x200 livres que ficou em 2.º lugar (7:53.73), de 4x100 estilos, que alcançou a medalha de bronze (3:59.77) e na qual estabeleceu um máximo nacional durante o primeiro percurso e de 4x100 livres, que terminou em 4.º (3:37.28).


Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

Portugal lidera apuramento para o Europeu de juniores


A Selecção Nacional continua à frente da classificação do Grupo C do Torneio de Apuramento para o Campeonato da Europa de Juniores Masculinos, depois de ter vencido a Macedónia por 16-8, na 2.ª jornada da competição que está a decorrer até domingo na Piscina do Clube Fluvial Portuense.
Portugal soma seis pontos, sendo seguida pela Eslovénia e Turquia, ambas com quatro.
A equipa turca derrotou a Moldávia por 12-7, enquanto a Eslovénia bateu a Irlanda por 18-3.
A Selecção Nacional voltou a começar bem a partida, apesar de ter sofrido um golo nos minutos iniciais do primeiro parcial. A equipa mostrou um bom nível técnico e táctico e alcançou rapidamente uma vantagem confortável. O Seleccionador Nacional, Lajos Lorincz rodou todos os jogadores, e a equipa manteve a superioridade.
Portugal defronta amanhã a Turquia, em partida marcada para as 20h00.

Macedónia, 8 – Portugal, 16
Parciais: 1-5, 2-2, 2-3, 3-6
Marcadores Macedónia: Anastas Belev (3), Mario Sinadinovski (4) e Martin Rulejkovsim (1)
Marcadores Portugal: Nelson Vieira (1), Cristiano Joaquim (4), Dumitru Sobetchi (1), João Leite (1), Tiago Paraty (2), Diogo Sousa (6) e Ruben Figueiredo (1)

Irlanda, 3 – Eslovénia, 18
Parciais: 0-3, 2-5, 1-4, 0-6
Marcadores Irlanda: Ciaran Mckeever (1) e Dylan Commons (2)
Marcadores Eslovénia: Nik Nikolic (2), Jaka Stirn (1), Zan Uremovic (1), Tilen Leskovec (3), Rene Cerneka (1), Fabic Uros (1), Sebastijan Novak (5),Matej Psnteril (3) e Jure Storjanovic (1)

Turquia, 12 – Moldávia, 7
Parciais: 2-2, 1-2, 25-0, 4-3
Marcadores Turquia: Berki Izkul (1), Tugay Ergin (2), Hakan Goncer (1), Berk Biyik (5), Atakan Gedik Yagz (2) e Emre Tali (1)
Marcadores Moldávia: Egor Butinpov (3), Maxim Secrieru (3) e Alexandru Trubico (1)




Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

Breves férias chegaram ao fim


Peço desculpa a todos os visitantes do blog, pois nos últimos dias não o pude actualizar sempre que devia. Estava um pouco cansado e precisei de umas pequenas férias para voltar em grande.

Apesar de tudo, aqui está o PM, novamente em forma, e bem a tempo de acompanhar o Nacional de Juniores e Seniores, que se iniciará hoje, em Coimbra, às 9h30min.


Não deixem de seguir o blog e de atrair novos seguidores, divulgando-o aos vossos amigos, colegas, treinadores, dirigentes, presidentes, etc.

Multinations Junior: Portugal em 2.º lugar, com 17 medalhas


Portugal ficou em 2.º lugar no Multinations Junior Meet disputado em Gorzów Wlkp, na Polónia, tendo conquistado 17 medalhas (cinco de ouro, oito de prata e quatro de bronze) e batido três recordes da competição e dois máximos nacionais do escalão júnior.
A nível colectivo, Portugal terminou em 2.º lugar, com 283 pontos, atrás da Polónia, que somou 349,5. No sector feminino, a Selecção ficou também no 2.º lugar do pódio (155 pontos), depois das polacas (168,5), enquanto em masculinos acabou em 3.º, com 128 pontos), a seguir à Polónia (181) e Brasil (152).
Ana Rodrigues conquistou a medalha de ouro nos 50 bruços com um novo recorde nacional de juniores e recorde da competição. A brucista nadou em 31.92, abaixo do máximo nacional de 32.04 que já lhe pertencia desde o ano passado.
Nos dois dias de competição, Portugal conquistou 17 medalhas (cinco de ouro, oito de prata e quatro de bronze).
Ana Rodrigues estabeleceu um novo recorde da competição nos 100 bruços (1:11.28) e Alexis Santos nos 100 metros costas (57.22). Alexis Santos bateu o próprio recorde nacional júnior dos 50 metros costas (26.77), na sessão desta manhã.


Texto FPN (adaptado) (http://www.fpnatacao.pt/).
Resultados - http://live.omegatiming.eu/2010/03_28_gorzow/index_us.html

Multinations Youth: Êxito desportivo em Coimbra


Portugal ficou em 3.º lugar no Multinations Youth Meet realizado em Coimbra, prova em que obteve 18 medalhas (uma de ouro, cinco de prata e 12 de bronze), um recorde da competição e cinco máximos nacionais no Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra.
A Selecção Nacional terminou no 3.º lugar colectivo, com 236 pontos. Na competição feminina, Portugal ficou classificado em 3.º, com 117 pontos e na prova masculina em 4.º, com 119. A Polónia venceu em masculinos, femininos e colectivo.
O recorde da competição foi obtido por Paula Oliveira nos 100 metros bruços (1:14.06).
Os recordes nacionais foram estabelecidos pela nadadora do escalão infantil A Inês Fernandes (100 costas, 1:07.15; 100 mariposa, 1:05.17 e 100 livres, 1:00.08) e pelo juvenil B Diogo Sousa (100 costas por duas vezes – 1:00.64 e 1:00.20).


Joana Reis: “Verdadeiro espírito de Selecção Nacional”
A treinadora assistente para as Selecções Jovens, Joana Reis, considerou que “conseguimos cumprir todos os objectivos, quer em termos de classificações e pódios individuais e de estafetas, quer em termos de recordes pessoais. Estes resultados ganham maior relevância pelo facto de todos os nadadores estarem a ter a primeira experiencia internacional e a Selecção ser bastante jovem, composta por alguns nadadores que na próxima época podem voltar a competir nesta prova.”
Joana Reis “realçou o verdadeiro espírito de Selecção Nacional, que fez com que todos se motivassem, e superassem a ansiedade e cansaço.“

Maria João Filipe: “Balanço deste fim-de-semana é muito positivo”
A directora desportiva, Maria João Filipe, afirmou que “o balanço deste fim-de-semana é muito positivo. O Multinations Youth, competição organizada pela FPN no Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra, em que representaram Portugal vinte nadadores (dez rapazes e dez raparigas) que obtiveram o 3.º lugar na classificação colectiva ( 4.º nos rapazes e 3.º nas raparigas) e em termos individuais foram conquistadas 18 medalhas (uma de ouro, cinco de prata e 12 de bronze). Simultaneamente, a Selecção Nacional júnior competiu no Multinations na Polónia, onde teve também uma boa prestação, com a obtenção do 2.º lugar geral (3.º em rapazes e 2.º em raparigas, com 17 medalhas). De realçar também os mínimos para o Campeonato da Europa de juniores alcançados pelos jovens Alexis Santos, Gustavo Santa e Ana Rodrigues.”
A responsável acrescentou que “foram dois dias muito preenchidos, quer do ponto de vista desportivo, quer organizativo, considerando a estrutura humana da FPN, que teve de se desdobrar em seis acções. A nível desportivo, os dois Multinations referidos, o Torneio de Felgueiras onde a Selecção Nacional júnior feminina obteve o 4.º lugar, o Torneio das Seis Nações em Estocolmo com a obtenção do 2.º lugar por parte da Selecção absoluta masculina e no âmbito dos programas de Desenvolvimento Desportivo, o Festival de Estrelas em Portimão, evento onde participaram 150 jovens. Além destas provas teve lugar também no Complexo de Coimbra a Assembleia Geral da FPN, para aprovação do Relatório e Contas do ano de 2009.”


Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).
Resultados - http://www.fpnatacao.pt/Resultados/multinationsyouth/index.html

sábado, 3 de abril de 2010

Carlos Almeida é 5º nos NCAA 2010


Em prova, nos NCAA 2010, estiveram dois portugueses: Carlos Almeida e Pedro Oliveira.


Almeida esteve presente nos 100B, 200B e 200E.

A sua melhor prestação foi conseguida nos 200B, ao conquistar um 5º lugar na final e ao bater por duas vezes o seu recorde pessoal e recorde da Universidade de Louisville, primeiro nas eliminatórias com a marca de 1:54.69 (7º), e depois na Final-A com o tempo de 1:54.27. Este último registo permitiria a Carlos Almeida conquistar o bronze em qualquer uma das edições anteriores, exceptuando a de 2009.

Nos 100B, Almeida conseguiu o 4º posto na Final-B (12º lugar final), com o tempo de 53.22, ligeiramente acima dos 53.15 das eliminatórias.

Nos 200E, o nadador luso não conseguiu pontuar, ficando-se pela 29ª posição, com o registo de 1:45.89.


O outro postuguês em prova, Pedro Oliveira, participou nos 200C e 200M.

Nos dos 200M, Oliveira obteve o 16º posto final (8º na Final-B) com 1:44.33. O seu melhor registo pessoal e recorde da Universidade de Louisville, 1:43.51, permitir-lhe-ia alcançar o 11º posto.

Nos 200C, acabou por ser desclassificado.


Os dois portugueses participaram, ainda, em 3 estafetas.

sexta-feira, 26 de março de 2010

NCAA começa hoje


Inicia-se hoje o NCAA, no McCorkle Aquatic Pavilion da Universidade de Ohio State, e ir-se-á prolongar até dia 28.
Os portugueses Carlos Almeida e Pedro Oliveira estão presentes na competição, em representação da Universidade de Louisville.
Segue os resultados em directo em http://championships.coloradotime.com/men10/.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Campeonatos Regionais JUN/SEN ANNP/ANMIN

Data: 19, 20 e 21 de Março
Local: Complexo Olímpico de Piscinas da Póvoa de Varzim


Melhores Performances:

Fem:
1º Sara Oliveira, FCP - 200M (2:14.93) - 765 pontos



Masc:
1º Fábio Pereira, CFV - 200M (2:06.47) - 685 pontos


Resultados - http://www.annp.pt/provas0910/crjunsenpl/index.html

Campeonatos Regionais JUN/SEN e Open de Lisboa


Data:19, 20 e 21 de Março
Local: Complexo Olímpico de Piscinas do Estádio Universitário de Lisboa - EUL (piscina longa)

Melhores performances
Masc
1º Simão Morgado, CNA - 50M (25.22) - 703 pontos


Fem
1º Ana Brito, SLB - 50B (33.61) - 697 pontos


Resultados - http://www.anatl.pt/Resultados/20092010/14_CRJS_OPEN_LIS_0910/

sábado, 20 de março de 2010

Multinations Youth Meet - Nadadores Nacionais já estão Seleccionados


No seguimento do Plano de Alto Rendimento e Selecções Nacionais de Natação Pura 2010, a FPN informa que a participação nacional no Multinations Youth Meet, que decorrerá nos próximos dias 27 e 28 de Março, em Coimbra, Portugal, a par do Multinations Junior Meet, na Polónia, será como se segue:

Femininos: Ana Gomes CFV, Ana Carvalho CNAC, Ana Margarida Rodrigues CGA, Ana Marta Miranda SFUAP, Bruna Dantas SCP, Diana Durães FOCA, Inês Fernandes SCP, Inês Paiva SAD, Isabel Abreu CFB, Paula Oliveira FCP.

Masculinos: Carlos Pedrosa CNPD, Diogo Gomes Sousa, CNCVG, Gustavo Madureira AAC, João Santos CNOL, Luís Fernandes GDNVNF, Paulo Janeiro CNLA, Pedro Santos SAD, Ruben Nunes GESP, Tiago Oliveira LSC, Tomá Silva FCP.


Enquadramento técnico:
Chefe de Delegação: Eugénia Cunha
Treinadores FPN: Joana Reis
Treinadores Convidados: Ana Vasco (SCP), Edgar Andrade (CNCVG), Francisco Xavier
(FOCA), Slava Poliakov (CFB).
Fisioterapeuta: Maria João Gomes

“Profilaxia da violência”


Não tendo a Direcção da FPN o hábito de dar importância aos inúmeros ataques, que, com um inaudito carácter sistemático, emanam do Sr. Joaquim Sousa, nas diferentes publicações que subscreve, designadamente no site Chlorus, não pode desta vez deixar de manifestar a sua posição, face ao Editorial, que com data de 18 de Março de 2010, o mencionado cronista ali assinou. Remetendo-se ao silêncio, poderá ser co-responsabilizada, no futuro, por eventuais atitudes de violência, física ou verbal, ou incumprimento de preceitos estatutários ou regulamentares, por parte dos diversos agentes desportivos envolvidos numa das disciplinas que tutela, mais concretamente a do Pólo Aquático, que seguramente a tal se verão incentivados por força do apelo à “bastonada” que é o mote do citado Editorial.

Na verdade, numa atitude que se nos afigura pouco condigna com a responsabilidade de alguém que, para além de jornalista e cronista, é, também, assessor de Imprensa e responsável pelo Departamento de Comunicação da Associação de Natação do Norte de Portugal, o Sr. Joaquim Sousa, sistematicamente procura, escudando-se na crítica a um alegado autoritarismo do titular do cargo de Presidente da Direcção, que é, também, por mérito democraticamente reconhecido, membro do Bureau da FINA, pôr em causa a governabilidade da FPN, preferindo, quiçá, a demagogia inerente ao “poder para todos” típica de tempos idos e, felizmente, olvidados, pela grande maioria dos agentes desportivos que, pelo contrário, procuram a estabilidade e o progresso da diferentes disciplinas tuteladas.

Os factos falam por si, e só o subscritor do Editorial, movido por interesses que se desconhecem, mas que se adivinham, não os admite. Só assim (não) se entende que se diga que as medidas tomadas pela Direcção, ou pelo seu Presidente, “são imagem de marca de quem há muito quer o pólo aquático fora da FPN”, quando, na realidade, os factos estão à vista de todos: em cinco anos, fez-se, no âmbito da disciplina, aquilo que nunca na história anterior da FPN tinha sido feito: a organização de três Fases de Qualificação Europeias (Youth Masculinos, Seniores Masculinos, e, este ano, Juniores Masculinos) e de duas Fases Finais de importantes competições internacionais (Campeonato da Europa e Campeonato do Mundo Júnior Feminino).

Mais: pela primeira vez na história da FPN, por interferência directa do seu Presidente da Direcção nas instâncias internacionais (já que o mérito desportivo não o permitiria) verificou-se a presença das selecções nacionais, de Seniores Masculinos e de Juniores Masculinos, respectivamente, nas Universíadas e no FOJE.

E em cinco anos, duplicou-se a dotação orçamental atribuída à disciplina, pese embora o facto de, lamentavelmente, os indicadores desportivos não terem crescido na mesma medida.

Será tudo isto indiciador de uma qualquer imaginária vontade de acabar com o Pólo Aquático?

No que ao caso concreto do policiamento se refere, é função da FPN zelar pela segurança de pessoas e bens e tomar as medidas adequadas a que essa segurança não seja posta em causa. Aliás, em relação aos mails que “choveram” na sede da FPN, só na imaginação delirante do Editorialista se destinaram a protestar com a medida do policiamento, quando na realidade apenas uma voz discordante se manifestou nesse sentido. A “chuva” de mails existiu, sim, mas foi a clamar com a falta de segurança.

Os clubes, pese embora o encargo financeiro que a medida lhes possa ter trazido (não obstante para a mesma já deverem estar preparados face à possibilidade da sua implementação estar há muito prevista no Regulamento de Competições), entenderam que a segurança é mais importante e, salvo rara excepção, têm por isso cumprido a norma. Só para o Editorialista parece ser preferível incentivar ao incumprimento das normas, baseado em meras considerações de carácter financeiro, em vez da segurança de pessoas e bens. Talvez se alguma “bastonada” o atingisse já não pensasse assim.

A Federação Portuguesa de Natação tudo tem feito para contribuir para o prestígio das diferentes disciplinas que tutela, lançando mão das prerrogativas que por lei lhe foram conferidas, é certo, mas pautando também a sua actuação, pelo estrito cumprimento das mesmas.

Assim, e porque o Editorial do Chlorus pode configurar um incentivo ao incumprimento das normas regulamentares, a Direcção da FPN considerará responsável o Editorialista por quaisquer manifestações de violência, física ou verbal, de que possa ser alvo a partir daqui.

Em qualquer caso, a Direcção da FPN, deixa claro que confia na boa fé e conduta ética da grande maioria dos agentes desportivos que tutela, nas várias disciplinas, e que estes saberão, em cada momento, avaliar quem “merece”, ou não, levar a “bastonada”.


Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

Mykola Yanochko já é português


Mykola Yanochko, guarda-redes da Portinado, já tem nacionalidade portuguesa e pode representar a Selecção Nacional.

O jogador, de origem ucraniana, está há dez anos em Portugal e representa o clube de Portimão há nove. Vice-campeão nacional e vencedor da Taça de Portugal e da Supertaça, foi considerado o Jogador Mais Valioso do Play-off da época passada.

Mykola Yanochko tem 32 anos, 1,98m de altura e 100kg de peso, e começou a jogar pólo aquático com sete anos. Representou dois clubes na Ucrânia, o Ilyichivets e o Dínamo Iviv, e foi internacional júnior pelo seu país.


Pedro Oliveira fala a A Bola sobre os problemas do CFB


Principal nadador do Belenenses, Pedro Fontoura Oliveira fala das dificuldades que os azuis têm passado nos últimos meses. Hipótese de a equipa sair com o treinador reforçada.

Quando, no Europeu Rijeka-08 de piscina curta, Pedro Fontoura Oliveira viveu a primeira grande internacionalização como sénior, teve um comentário inesquecível: «Prefiro ser aluno de 17/18 valores e estar na Selecção, do que ter notas de 19/20». Estava então no 2.º ano de Engenharia Física e Tecnológica no Técnico e mostrava vontade em conciliar a excelência nos estudos, pelo que sempre foi elogiado pelos colegas, com o desempenho na natação. Tarefa difícil em Portugal. Hoje, com 20 anos e integrado na Selecção jovem, mantém o sonho de chegar à equipa absoluta e passar por momentos ainda mais vibrantes. Porém, face à hipótese da natação de competição no Belenenses terminar, poderá ter de realizar tudo longe do clube onde nada desde os quatro anos.

«Vamos ver se, num futuro próximo, consigo integrar a Selecção absoluta. Outra meta que coloquei», diz com ar sério o melhor elemento dos azuis do Restelo, especialista em 200 e 400 livres. «Só espero que não passe de um sonho», desabafa. «Estando no 3.º ano as pessoas têm de compreender que já não é brincadeira nenhuma, pois o futuro passa pela vida académica. Não posso prometer nada mas estou disponível para trabalhar mais. Se os treinadores me disserem que tenho de treinar mais horas por dia, sou capaz de tentar arranjar tempo. Enquanto puder estar na natação é para ser a sério», garante.

«Horários não podem ser 'à balda'»
Do que necessita, então, Oliveira? «Antes de mais de maior tranquilidade no clube onde treino, que é coisa que actualmente falta pela situação que toda a gente já sabe...». Aproveitámos a deixa. Têm sido complicado os últimos tempos no Belenenses? «Têm sido muito difíceis», diz de imediato. «Às vezes só sabemos horas e local de treinos na véspera. O que provoca muitas indecisões. Quando se chega a certo nível o treino tem de ser algo preciso. Não podem haver horários à balda. Uma pessoa necessita de se organizar, caso contrário aumenta o stress e isso prejudica todos. Sobretudo eu, que gosto de coisas planeadas.»

Esse sentimento é extensível ao resto da equipa sénior?, perguntámos. «De certa forma sim. Talvez não com a mesma amplitude, pois alguns não têm idênticos objectivos. Mas é óbvio que preferiam ter a nossa piscina de 50 m disponível todas as manhãs e tardes», refere sobre o facto de andarem a saltar entre o Jamor, a piscina de 20 m do Belenenses e a do Bairro da Boavista, de 25 m. Isto a um mês do Nacional de longa. «Na medida do possível a equipa não se tem deixado afectar. Continuamos um grupo extremamente unido. Se não o fossemos há muito que não haveriam nadadores. Mas isso não é tudo. São precisas também as tais condições de trabalho que não temos. Não podemos estar a fazer treinos intensos em piscinas de 20 metros, com um metro de profundidade e água a 30º C. É impossível! A qualidade sai afectada».

E o que acontecerá se Slava Poliakov, treinador do clube há 13 anos e a quem foi dito para chegar a acordo de rescisão até 1 de Abril, for mesmo embora? «O Slava tem sido um factor dessa união. O seu despedimento pode significar a saída da equipa sénior. Posso garantir que quase todos o acompanharão, sobretudo se arranjar um clube nesta zona de Lisboa. Se não o conseguir os nadadores sairão na mesma para outros clubes. A situação a que chegámos é insuportável e, aparentemente, não há garantias de melhoras. Pelo contrário...»

Sonho dos Jogos e de estudar no MIT
Depois do Europeu em 25 m, as próximas metas contemplam os campeonatos da Europa e do Mundo em piscina longa.

«Foi, sem dúvida, o momento mais importante da minha carreira», salienta Fontoura Oliveira sobre o Campeonato da Europa sénior de Rijeka, em Dezembro de 2008, após já ter estado em dois europeus e um mundial juniores. «Gostava de repeti-lo, mas agora em patamares superiores. Tenho o sonho de chegar aos Jogos Olímpicos, mas não o posso fazer sem estar num Europeu e Mundial de piscina longa. Serão as próximas metas», refere. No entanto, se Pedro gozar tanto a natação como a Engenharia Física e Tecnológica, o sonho pode transformar-se em realidade.

«Além de gostar do que estudo também adoro a natação, as pessoas com que treino e a concretização dos objectivos a que nos propomos. É um prazer sentir-me sempre em forma. No Verão, quando estou sem treinar, sinto-me pior a todos os níveis», reconhece.E conciliar ambos fora... Nos Estados Unidos, por exemplo? Afinal, tem a favor notas e tempos, não escondendo que, um dia, gostaria de passar por uma universidade como o prestigiado MIT.

«O difícil é sair de Portugal. Posso queixar-me do país todos os dias, como dez milhões o fazem, mas certo é que cá continuam, pois custa-lhes deixar o que têm. Comigo passa-se o mesmo. Desde que entrei para o mundo universitário comecei a pensar mais em estudar fora. Mas agora que estou a meio do curso, duvido que saia até acabar. Talvez numa pós graduação, ou no doutoramento que desejo fazer.»


Texto A Bola (http://www.abola.pt/).

quinta-feira, 18 de março de 2010

Singapura - Programa de Bolsas de Estudo


Se queres ir estudar e nadar para o estrangeiro, consulta o PDF sobre Singapura, que poderás encontraR na página de comunicados do site da FPN (http://www.fpnatacao.pt/), no comunicado nº 06-10.
As incrições terminam a 16 de Abril.


PS: Singapura é o 5º país mais rico do Mundo em termos de PIB.

Duarte Mourão em entrevista


É com orgulho que Duarte Mourão afirma que, depois de Diogo Carvalho, é ele que, em Portugal, detém o melhor ranking internacional em piscina curta, em virtude de ser o 13.º mais rápido europeu e 24.º mundial nos 200 m mariposa com 1.53,56 m. «Melhor só mesmo o Diogo», salienta o internacional do Natação da Amadora.
Quer isso dizer que, em Dezembro, deveria ter estado no Europeu de piscina curta em Istambul, provocámos? «Sem dúvida», diz de imediato. «Na semana antes, nos Nacionais de piscina curta, fiz um tempo que teria dado acesso à meia-final na Turquia. Na semana a seguir, no Nacional de clubes, melhorei. A marca permitir-me-ia estar na final do Euro. Acho que se estivesse em Istambul teria tido condições de lutar pela meia ou até pela final. Até porque num campeonato da Europa a motivação é ainda maior.»

Oliveira, o melhor português
Porém, Istambul ficou para trás. Por isso quisemos saber quais as próximas metas. «Agora os objectivos são o Europeu de piscina longa, em Budapeste, no Verão, e ainda terei de qualificar-me. Lá está, se tivesse realizado na Turquia os tempos que fiz nos Nacionais, estaria pré-convocado. Como foi em Portugal não estou, o que é um pouco injusto. Agora terei de fazer os mínimos para os 200 mariposa em piscina longa, o que conto alcançar o mais depressa possível: nos Nacionais de Coimbra em Abril ou, caso seja convocado para a Selecção, a seguir, no Open de França. E não excluo conseguir também mínimos nos 200 estilos», refere, afastando, no entanto, a hipótese de tentar nos 400 estilos.
Como vê então as grandes prestações de Diogo Carvalho, aquele que será o maior rival? Quisemos ainda saber se considera que o homem do Galitos de Aveiro se tornou numa motivação para outros irem mais longe? «É um adversário forte... sem dúvida o mais completo e que mais provas nada. Mas aquele que acho ser o melhor português é o Pedro Oliveira. Foi quem no Mundial de Roma e nos Jogos de Pequim conseguiu melhores resultados. Quanto à motivação... vou tentar entrar na luta. Em piscina curta fiquei a 18 centésimos do recorde do Diogo nos 200 mariposa. Na de 50 metros estou mais longe mas não baixei os braços e esta época, que tenho mais tempo disponível para me dedicar à natação, tentarei aproximar-me dele.»
Espicaçámos, uma vez mais, o homem da Amadora, questionando-o sobre como responde aos que dizem que as marcas que consegue em piscina curta são muito melhores do que em longa. «E é verdade», diz sem problemas. «Mas também o é o facto de ter sido semifinalista no Europeu absoluto de Madrid-04. Logo não significa que não vá mais longe. Talvez tenha sido algo complicado conciliar as aulas na faculdade com os treinos, coisa que este ano não vai acontecer», afiança, por ter de fazer apenas uma disciplina para concluir o 4.º ano de medicina dentária. «Neste momento estou um pouco expectante com os tempos que farei sem fatos de borracha. Não é que tenha nadado muito com eles devido às lesões que sofri na temporada passada, mas tenho alguma esperança de melhorar as marcas, até porque nunca fiz os 200 mariposa em piscina de 50 m com fato».

Temporada acidentada
A temporada de 2008/09 não foi fácil para Duarte Mourão. «Tive alguns percalços. Caí de uma varanda e sofri traumatismo craniano e uma fractura no cotovelo que ainda hoje me limita, sobretudo em treino. Depois tive um acidente de moto no início da época de Verão que me impediu de treinar quase um mês. Se continuo a competir foi graças ao apoio do dr. João Beckert e do fisioterapeuta Paulo Felix do CAR do Jamor que me recuperaram o cotovelo», diz agradecido.
A temporada passada foi igualmente de realização do sonho de estar um semestre nos Estados Unidos e, ao lado do olímpico Fernando Costa, ajudar a Wayne State University a chegar ao segundo lugar nos Nacionais da II Divisão da NCAA. «Ainda que tenha sido uma faculdade da II Divisão é uma das melhores e foi experiência única», garante. «Ir para outro país terminar o curso e nadar é algo que gostava muito de fazer caso encontrasse clube em que me fosse possível conciliar melhor o treino com as aulas. Mas neste momento parece-me complicado.»

Satisfeito no Natação da Amadora
Ganhou pela terceira vez o Nacional de clubes e viu o Algés, anterior clube, descer de divisão. Na época passada, Duarte Mourão protagonizou a grande transferência da temporada, ao sair do Algés e Dafundo para o Natação da Amadora. Uma aposta certa? «Sim, sim, sim», diz repetidamente. «Até os resultados o demonstram. Este ano melhorei cerca de três segundos nos 200 mariposa e voltei a ser campeão nacional de clubes, que é uma das competições que mais gosto e na qual mais me divirto. Estou satisfeito porque sei que, neste momento, não conseguiria ter nenhum clube com um grupo de trabalho e uma equipa tão boa como a que existe na Amadora, a qual é constituída por um lote de nadadores um pouco mais velhos e com maior experiência», acrescenta.
Curiosamente, em Dezembro, ao mesmo tempo que Duarte celebrava a conquista do Nacional de clubes na Piscina de Odivelas, os algesinos terminavam em último e desciam de divisão. Custou ver isso? «Estive três anos no Algés nos quais, colectivamente, ganhei dois Nacionais e noutro ficámos em segundo a uns míseros pontos do vencedor. Por isso tenho sempre pena que um clube tão grande, com uma enorme história e que nos habituámos a ver lutar pelo título, perca todos os atletas e desça à II Divisão nos masculinos e III nos femininos. Claro que custou um bocado. Já havia sucedido o mesmo quando saí do Gesloures.»

Texto Jornal A Bola (http://www.abola.pt/).

Fluvial campeão júnior feminino


O Fluvial sagrou-se este fim-de-semana campeão nacional de juniores femininos, depois de realizado o 2.º Torneio do Campeonato Nacional Júnior Feminino, na piscina da Abóbada.
A Gespaços foi o vencedor do 2.º Torneio, mas o Fluvial beneficiou da diferença de golos para conquistar o título nacional.
A Selecção Nacional júnior feminina competiu extra-competição.

Resultados:

Arsenal 72 x GESPAÇOS
Resultado: 02 X 19
Parciais: 0 x 4; 0 x 9; 1 x 2; 1 x 4
Marcadoras Arsenal 72: Ana Sofia Rodrigues (1) e Mariana Faísca (1)
Marcadoras GESPAÇOS: Adriana Andrade (8), Vânia Cruz (7) e Tânia Brito (4)

CFP x SNJUN
Resultado: 08 X 12
Parciais: 1 x 3; 4 x 3; 1 x 4; 2 x 2
Marcadoras CFP: Mariana Prata (2), Magda Vieira (1), Susana Costa (2) e Carlota Vilaça (3)
Marcadoras SNJUN: Joana Ferreira (3), Daniela Santos (1), Isa Afonso (1), Tânia Magalhães (3), Daniela Sousa (1), Vanessa Freire (2) e Flávia Oliveira (1)

GESPAÇOS x SNJUN
Resultado: 06 X 10
Parciais: 2 x 2; 0 x 2; 4 x 4; 0 x 2
Marcadoras GESPAÇOS: Liliana Costa (1), Adriana Andrade (3) e Vânia Cruz (2)
Marcadoras SNJUN: Daniela Santos (1), Salomé Oliveira (1), Daniela Mota (2), Isa Afonso (1), Tânia Magalhães (3) e Daniela Sousa (2)

CFP x ARSENAL 72
Resultado: 13 X 05
Parciais: 0 x 1; 4 x 3; 6 x 0; 3 x 1
Marcadoras CFP: Mariana Prata (5), Magda Vieira (2), Susana Costa (2) e Carlota Vilaça (4)
Marcadoras Arsenal 72: Ana Sofia Rodrigues (2), Andreia Cardoso (2) e Mariana Faísca (1)

SNJUN x ARSENAL 72
Resultado: 21 X 02
Parciais: 4 x 0; 5 x 1; 4 x 1; 8 x 0
Marcadoras SNJUN: Ana Pereira (1), Daniela Santos (1), Salomé Oliveira (2), Daniela Mota (2), Ana Santos (1), Isa Afonso (3), Tânia Magalhães (4), Daniela Sousa (3), Vanessa Freire (2) e Cláudia Oliveira (2)
Marcadoras Arsenal 72: Ana Sofia Rodrigues (2)

GESPAÇOS x CFP
Resultado: 10 X 09
Parciais: 2 x 1; 2 x 2; 3 x 2; 3 x 4
Marcadoras GESPAÇOS: Liliana Costa (1), Adriana Andrade (6), Vânia Cruz (2) e Tânia Brito (1)
Marcadoras CFP: Mariana Prata (3), Magda Vieira (2), Susana Costa (3) e Carlota Vilaça (1)

Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

Nacional de Juvenis em Rio Maior termina


Decorreu nos passados dias 12, 13 e 14 de Março, no Complexo Olímpico de Piscinas de Rio Maior (piscina longa), o Campeonato Nacional de Juvenis, que contou com a presença de 304 nadadores (192 masculinos e 112 femininos) em representação de 71 clubes.

Melhores Performances
Fem:
Juv: Diana Durães, FOCA - 400E (5:08.02) - 669 pontos
Masc:
Juv-A: Tiago Oliveira, LSC - 1500L (16:38.77) - 671 pontos
Juv-B: Diogo Sousa, CNCVG - 100L (54.32) - 644 pontos

Clubes Mais Medalhados
1º CNCVG: 9 + 2 + 0 = 11
2º FCP: 5 + 3 + 1 = 9
3º FOCA: 4 + 0 + 2 = 6
4º CNOL: 3 + 1 + 3 = 7
5º CFB & VSC: 3 + 1 + 0 = 4

Convocatória para o Multinations Junior Meet 2010


No seguimento do Plano de Alto Rendimento e Selecções Nacionais de Natação Pura 2010, a FPN informa que a participação nacional no Multinations Junior Meet, que decorrerá nos próximos dias 27 e 28 de Março, em Gorzow Wielkepolsi, Polónia, será como se segue:


Femininos (9 atletas): Ana Rodrigues AEJ, Andreia Gomes VSC, Cátia Martinheira LDC, Diana Rocha CFV, Filipa Tiago SCP, Gabriela Andrade CNAC, Maria Carolina Rosa SCP, Patrícia Marinho SCP.

Masculinos (8 atletas): Alexis Santos SCP, Diogo Silva CNAL, Francisco Vital SLB, Gustavo Santa CNLA, João Almeida FCP, Pedro Agostinho SCP, Pedro Mendes CNCVG, Ricardo Machado SCB.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Nacional de Juvenis arranca hoje às 16h - Resultados em Directo


O Campeonato Nacional de Juvenis inicia-se hoje às 16h, no Complexo Olímpico de Piscinas de Rio Maior e termina no Domigo à tarde. Conta com a presença de 306 nadadores (194 masculinos e 112 femininos), em representação de 72 clubes.

Resultados em Directo - http://www.fpnatacao.pt/Resultados/provas0910/06cnjuvPL/index.html


Acção de Formação sobre ” A Importância dos Pais no Desenvolvimento Sustentado do Nadador”
Por outro lado, a FPN promove uma Acção de Formação vocacionada para os pais dos nadadores presentes nos Campeonatos Nacionais de Juvenis.
A acção terá lugar no sábado, durante o período de aquecimento, com iníco marcado para as 15h, no Auditório do Centro de Estágios de Rio Maior.
O prelector da acção será o Luís Cardoso, mestre em Ciências do Desporto –Treino de Alto Rendimento e ex-Director Técnico Nacional Adjunto da FPN.
As inscrições são gratuitas.

Inscrição online - http://www.fpnatacao.pt/eventos_detalhe.php?idEvento=3572&menu=inscrever

quinta-feira, 11 de março de 2010

Phelps em grande plano nos Maryland State Championships, apesar de chatice com o Bowman


Phelps encerrou a sua participação em Annapolis com um total de 3 ouros, 1 recorde nacional e 1 "quase recorde"...
Ao longo dos três dias de competição, Phelps participou nos 400E (onde ouviu do treinador por

fazer tempo acima do esperado) 200E (onde quase bateu o NR de Ryan Lochte e bateu o PR) e 200M (onde mostrou ao treinador que ainda lá está, baixando o seu recorde ém 5 centésimos, ao tocar a placa em 1:39.65).


Em entrevista, Phelps declarou:
- Isto mostra que, com mais tempo e treino, eu posso ser mais rápido. Eu não estou na melhor forma agora, mas se fui capaz de fazer o que fiz, mostra que nada é impossível quando eu estiver devidamente preparado.

Oliveira e Almeida com boas perpectivas para o NCAA


Pedro Oliveira e Carlos Almeida, dois nadadores portugueses a estudar e treinar nos USA, irão estar presentes nos NCAA, que terão lugar nos próximos dias 25, 26 e 27 de Março, no McCorkle Aquatic Pavilion da Universidade de Ohio State (piscina de 25 jardas), em representação da Universidade de Louisville.
Pedro irá participar nos 200M, 200C e na estafeta de 4x100E, no percurso de mariposa.
Carlos nadará os 100B e 200B, 200E e os 100B nos 4x100E.
A Universidade, que os nadadores portugueses vão representar, tem como objectivo subir alguns lugares no ranking nacional, onde se encontra na 16ª posição.
Ambos os nadadores podem conseguir óptimos resultados, principalmente Pedro Oliveira nos 200M, onde entra com o 8º tempo, e Carlos Almeida nos 200B, onde é 5º.

2 NRs para o FAMA no Zonal Norte


Data: 5, 6 e 7 de Março
Local: Piscina Municipal de Ponte da Barca (piscina curta)

Melhores Performances
Fem:
INF-A: Sara Meireles, Gespaços - 400E (5:14.78) - 611 pontos
INF-B: Mariana Guerra, Columbófila Cantanhedense - 200L (2:15.31) - 590 pontos

Masc:
INF-A: Tomas Veloso, CNAC - 400E (4:53.96) - 561 pontos
INF-B: André Santos, Leixões Sport Clube - 100B (1:12.87) - 493 pontos


NRs
100C INF-B Catarina Jardim GDNVNF 1:10.23 (1:10.24 Tempo Limite)
4x100E INF-A GDNVNF 4:57.35 (4:57.40 Tempo Limite)


Clubes mais medalhados:
1º Náutico/Matobra 10 + 4 + 3 = 17
2º Famalicão 9 + 14 + 9 = 32
3º Gespaços 7 + 1 + 5 = 13
4º Columbófila Cantanhedense 6 + 2 + 3 = 11
5º Porto/Dolce Vita 5 + 9 + 8 = 22


Resultados - http://www.annp.pt/provas0910/zonais/

segunda-feira, 8 de março de 2010

Inês Fernandes em destaque no Zonal Sul em Tavira


Local: Piscina Municipal de Tavira (piscina curta)
Data: 5, 6 e 7 de Março

Organização: Associação de Natação do Algarve (ANALG), com o apoio da Câmra Municipal de Tavira.

Melhores Performances
Masc:
INF-A: Pedro Santos, Associação de Gouveia - 1500L (17:13.05) - 586 pontos
INF-B: João Gil, Naval Amorense (18:30.07) - 472 pontos

Fem:
INF-A: Inês Fernandes, Sporting Clube de Portugal - 200E (2:25.08) - 677 pontos
INF-B FEM: Beatriz Conde, Sporting Clube de Portugal - 200L (2:15.42) - 589 pontos


NRs
100C INF-A Inês Fernandes SCP 1:05.36 (1:06.53 Keissy Sousa FCP 1998)
200L INF-A Inês Fernandes SCP 2:09.46 (2:09.50 Isabel Abreu CFB 2009)
200E INF-A Inês Fernandes SCP 2:25.08 (2:25.42 Diana Durães FOCA 2009)
100M INF-A Inês Fernandes SCP 1:05.50 (1:06.36 Tempo Limite)
100L INF-A Inês Fernandes SCP 59.20 (59.32 Isabel Abreu CFB 2009)


Clubes mais medalhados:
1º Sporting SCP 19 + 11 + 6 = 36
2º Naval Amorense 8 + 8 + 6 = 22
3º União Piedense 8 + 4 + 6 = 18
4º Náutico da Marinha Grande 4 + 3 + 2 = 9
5º Colégio Vasco da Gama 4 + 2 + 2 = 8


Resultados - http://www.analgarve.com/images/stories/resultados/0910/zonais_sul/

FPN e Turbo assinam contrato de patrocínio


A Federação Portuguesa de Natação (FPN) e a marca espanhola de equipamentos desportivos Turbo assinaram um acordo válido por dois anos, com mais um de opção.

O contrato foi assinado em Barcelona por Paulo Frischknecht, presidente da FPN, e por Alejandro Masso Carreté, director-geral e proprietário da empresa Crotton, S.A., representante mundial da marca Turbo. Os dois responsáveis analisaram os termos do contrato e escolheram as colecções.

A Turbo torna-se o principal patrocinador da disciplina de pólo aquático, nos escalões de juniores e seniores, e vai patrocinar também o Conselho Nacional de Arbitragem, em todas as disciplinas.


Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

Carlos Almeida, nadador FPN de Fevereiro.


Carlos Almeida, que está nos Estados Unidos a estudar e a representar a Universidade de Louisville (Kentucky), é o nadador do mês de Fevereiro.

Entre os dias 17 e 20, o internacional português contribuiu para ajudar a Universidade de Louisville a conquistar o primeiro título da sua história na Conferência Big East dos Estados Unidos com cinco títulos – três individuais e dois nas estafetas – tendo ainda obtido um 2.º lugar nos 4x200 livres.

A nível individual, Carlos Almeida venceu as provas de 200 jardas bruços (1:54.85, recorde dos campeonatos e recorde da universidade), 200 estilos (1:45.70) e 400 estilos (3:46.43, recorde da universidade) na competição que decorreu na piscina da Universidade de Pittsburgh.

O olímpico luso fez parte das estafetas vencedoras de 4x100 estilos (3:10.95, recorde da universidade) e 4x100 livres (2:56.87). A equipa ficou no 2.º lugar nos 4x200 livres (6:29.99, recorde da universidade).

Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

Campeonato Regional de Juvenis, Juniores e Seniores ANA ANC ANDL


Local: Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra (piscina longa)
Data:26, 27 e 28 de Fevereiro

Melhores performances:
Masc
1ºMiguel Oliveira, CNAC - 400L (4:08.73) - 692 pontos

Fem
1ºvMaria Veloso, CNAC - 1500L (17:38.99) - 705 pontos


Resultados -
http://www.ancoimbra.net/resultados/provas0910/CRJJS/index.html

Portinado recupera a liderança


A Portinado venceu a Amadora por 15-8 (6-1, 5-2, 0-1, 4-4) na 14.ª jornada e recuperou a liderança do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de pólo aquático.

A equipa algarvia soma 35 pontos, mais dois que os amadorenses. No 3.º lugar, com 29 pontos, surge o Salgueiros, que derrotou o CDUP/Liberty por 17-12 (4-4, 4-3, 7-1, 2-4).

No 4.º lugar, o último que dá acesso ao Play-off, mantém-se o Louletano/Loulé Concelho, que bateu o Gondomar por 18-11 e totaliza 28 pontos.
O Paredes/Rota dos Móveis foi ao Fluvial arrecadar três pontos, com a vitória por 11-8, e soma 22.

O Belenenses recebeu e venceu o Vitória por 16-14.


Texto FPN (http://www.fpnatacao.pt/).

domingo, 7 de março de 2010

II Meeting Internacional de Lisboa


Local: Complexo Olímpico de Piscinas do Jamor (piscina longa)

Data: 27 e 28 de Fevereiro


Melhores Performances:

Fem:
1º Diana Duarte Gomes, CNA - 100B 1:11.58 797p
2º Marta Pereira Abreu, CNFA - 200E 2:22.58 757p
3º Ana Marisa Brito, SLB 50B 33.67 755p
4º Cristina Sutilo Catalan, FAN 200L 2:07.52 747p
5º Blanca Hernandez Garcia, FAN 800L 9:11.22 741

Masc:
1º Damien Cattin Vidal, CVR - 1500L (15:52.34) - 796 pontos
2º Gustavo Manuel Santa, CNLA - 1500L (15:52.38) - 796 pontos
3º Simão Gomes Morgado, CNA - 50M (25.38) - 777 pontos
Adriano Miguel Niz, SLB - 400L (4:02.89) - 771 pontos
Alexandre Escudier Agostinho, PORTINADO - 100L (51.89) - 770 pontos

Equipas mais medalhadas:
1º Federacion Andaluza: 7+2+5=14
2º Clube Vikings Rouen/Pôle France: 6+5+2=12
3º Amadora: 5+6+8=19


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Mark Spitz... Quando o rei das piscinas usava bigode


O Tubarão norte-americano, agora com 60 anos, já foi batido por Michael Phelps. Mas do seu estilo ninguém se esquece


Não é Moisés, mas a água parecia afastar-se quando Mark Spitz nadava. O Tubarão, como ficou conhecido pela voracidade dentro da piscina, era mais rápido do que Lucky Luke e a sua sombra. E o mundo rendeu-se em 1972, quando o norte-americano chegou aos Jogos Olímpicos de Munique para arrasar. Prometeu seis medalhas e levou sete para casa, mais outros tantos recordes do mundo. E saiu pela porta grande.

Mas a glória nem sempre fez parte da vida de Mark Spitz. Quatro anos antes, tinha feito uma previsão idêntica para o México. Era detentor de dez recordes mundiais, mas só isso não garantia medalhas. Conseguiu apenas duas de ouro, ambas em provas por equipa (4x100 e 4x200 metros livres), e foi ofuscado pelo compatriota Doug Russell.

O primeiro fracasso foi apenas um acidente de percurso numa carreira que começou nas águas da praia de Waikiki, no Havai. Foi para lá que a família Spitz se mudou dois anos após o nascimento de Mark. E a paixão pela natação nasceu logo ali, com constantes correrias até ao mar e tardes inteiras passadas a nadar.

Aos seis anos deu-se nova mudança. Os Spitz regressaram à Califórnia e o talentoso Mark começou a coleccionar vitórias e recordes. Os colegas, rendidos, atribuíram-lhe a alcunha que ainda perdura. No entanto, o Tubarão só semeou o pânico nas piscinas até aos 22 anos. Depois do êxito nos Jogos Olímpicos de 1972 - e do atentado contra a delegação israelita - Spitz (também ele judeu) decidiu pôr um ponto final na carreira.

O BIGODE MÁGICO Para a história ficaram nove medalhas de ouro, uma de prata e outra de bronze nos Jogos Olímpicos e 33 recordes do mundo. E mais do que isso: ficou a marca de um homem que ousou competir de bigode quando a depilação (não só feminina, mas também masculina) era já um hábito entre os atletas. Em Munique, houve um treinador russo que lhe perguntou se o bigode não atrapalhava. A resposta foi categórica: "Não. Na verdade, afasta a água da minha boca." No ano seguinte, todos os nadadores russos passaram a competir de bigode.

O período dourado de Mark Spitz passou rapidamente. Deixou os grandes palcos desportivos e teve uma incursão pouco feliz por Hollywood. Depois tornou-se empresário. Agora, já com 60 anos, vê-se relegado para um plano secundário por um tal de Michael Phelps, que ousou conquistar oito medalhas douradas em Pequim, em 2008. Depilado, sem bigode e com um fato de alta tecnologia, a Bala de Baltimore atingiu o Tubarão Spitz e tornou-se ainda o atleta com mais medalhas de ouro na história das Olimpíadas (14).


Alexis Santos: “Já sonho com uma medalha”


Nadador do Sporting quer lugar no pódio no Campeonato Europeu de juniores. Bater os recordes de Nuno Laurentino em costas. Vive para a natação. Considera que pode melhorar em todos os aspectos. Ambiciona ser igual ou melhor que Diogo Carvalho. Começou a carreira no Benfica. Nada desde os três anos. Quer ir aos Jogos Olímpicos

A ligação que o Alexis Santos tem com a modalidade vem desde há vários anos. Como, onde e quando nasceu para a natação?
— Comecei a nadar com três anos, a conselho do médico e os meus pais também queriam que eu aprendesse a nadar. Ia para a natação com as minhas duas irmãs e os três gostávamos muito. Comecei no Benfica, na piscina antiga do clube.
— Como se deu a mudança para o Sporting?
— Quando tinha dez anos e estava no escalão de cadete, o Benfica estava a atravessar uma mudança. O clube não tinha piscina própria, e tínhamos de treinar em vários locais. Fase confusa e houve nadadores que desistiram e outros que mudaram de clube. Eu e um colega decidimos mudar para o Sporting, onde um primo meu já treinava.
— O ano passado ficou marcado pela obtenção de vários recordes nacionais de juniores. A que se deve essa evolução e para quando o primeiro recorde absoluto?
— Principalmente ao treino. Aos anos a que estou a treinar e o objectivo é continuar a evoluir de uma forma ainda mais acentuada quando for sénior. É para isso que trabalho. O primeiro recorde absoluto será já este ano, espero eu, aos 100 metros costas.
— Como tem sido a sua evolução como nadador?
— Quando era cadete, estava no topo, mas depois, em infantil, cai um pouco. Talvez porque as outras crianças cresceram mais do que eu, que continuei magrinho e pequenino… Nessa altura via os outros nadadores passarem por mim. Mas depois, em juvenil de 2.º ano e júnior, voltei a evoluir bastante.
— Quais os objectivos a curto e a longo prazo?
— Este ano, no Europeu de juniores, espero ir a várias finais e já sonho com uma medalha. Sei que é difícil, mas sonhar não mata ninguém. A longo prazo tenho como objectivo estar nos Jogos Olímpicos.
— Como está a ser a adaptação aos fatos que agora são permitidos?
— Os fatos de poliuretano tinham maior efeito nos nadadores com mais massa muscular e mais fortes. No meu caso, embora ajudasse a uma melhoria do desempenho, porque ajudava todos os nadadores, era das pessoas que tirava menos proveito. Por isso, não me preocupo muito com a proibição dos fatos de banho. Quero continuar a evoluir, com ou sem fatos. Nem me preocupo nada com isso.
— Quem é o seu nadador preferido, português e estrangeiro?
— Nadador português tenho de dizer o Diogo Carvalho, porque é o que eu gosto mais de ver nadar. Trabalho todos os dias com vontade de vir a ser igual ou melhor que ele. É o nadador que nada melhor os quatro estilos. No estrangeiro, o Phelps. Gosto de o ver nadar e ganhar.
— Quais são as qualidades que um bom nadador precisa de ter?
— Tem de ser muito trabalhador, muito concentrado naquilo que faz, e ter espírito de sacrifício.
— É fácil conciliar a natação com os estudos?
— Mais ou menos. Não sou um grande aluno, mas dentro dos possíveis vou passando de ano. Estou no 12.º ano e no próximo ano espero entrar para a Faculdade de Motricidade Humana.
— Quantas horas treina por dia?
— Da parte da tarde treino três horas e meia, a fazer treino de ginásio e na água. De manhã, alguns dias treino uma hora e meia, normalmente à 3.ª e à 5.ª feira.
— Em que aspectos ainda pode melhorar?
— Em tudo. Acho que posso melhorar no treino, na concentração para a prova, na visualização da prova, em tudo.
— O que falta à natação portuguesa para discutir medalhas?
— Tenho discutido isso com muita gente e não sei. Vejo nadadores, como Diogo Carvalho, por exemplo, a treinar tanto… Talvez lá fora se dediquem mais ao desporto e deixem para segundo plano estudos. Em Portugal isso é quase impossível de fazer, a não ser que se queira estragar uma vida. Até largava a escola, mas sei que não o posso fazer. Lá fora dedicam-se quase a cem por cento à modalidade. Nunca seremos potência como os EUA, mas estamos no bom caminho.
— Qual o momento mais marcante que já viveu na natação?
— Já tive momentos marcantes, mas o mais intenso foi no ano passado no Europeu de juniores, quando nas eliminatórias batemos o recorde nacional de juniores nos 4x100 m estilos e ficámos a menos de um segundo do máximo absoluto. Fomos à final com o 5.º tempo e foi no último dia de prova. Conseguimos cumprir os objectivos do Europeu.

Elogios de Cruchinho e Laurentino
O treinador de Alexis Santos considera que o jovem tem todas as características para vir a ser nadador de top. Carlos Cruchinho salienta que «em termos morfológicos é alto e magro, tem o morfo-tipo adequado. Tem boas características fisiológicas. É nadador que treina de forma irrepreensível e é fanático da natação, vive a natação. Tem muito bom espírito de grupo. Tem todas as características para ser bom nadador, falta-lhe ainda eventualmente ultrapassar aquelas fases que ainda não apareceram, as fases de alguma estagnação. Ele tem melhorado sempre e de forma significativa. Quando chegar à altura, a parte psicológica terá de ser bastante forte e também me parece que ele tem boa cabeça para isso».
Para o técnico, Alexis «ainda pode evoluir muito. Ele evoluiu de forma fantástica nas três últimas épocas, principalmente na época passada e na actual. Em piscina curta até evoluiu mais do que pensávamos para já».
Alexis e Nuno Laurentino são parecidos fisicamente e dedicam-se às mesmas provas. O leão tem como objectivo bater os recordes do algesino na especialidade de costas e acredita que o primeiro será na distância de 100 m, na qual está a menos de um segundo (57.17 para 56.56). Laurentino opina: «É o maior candidato a cilindrar os meus recordes nacionais. Tem condições, em termos morfológicos, e de postura em prova, para vir a ser meu sucessor.»


Texto Jornal A Bola (http://www.abola.pt/index.aspx).

Regional de Categorias de Inverno ANALG


Data: 20 e 21 de Fevereiro.
Local: Piscina Municipal de Olhão (piscina curta).

A nível feminino, a melhor performance foi para Isabel Figueira, do CNFA, nos 50B, com 33.41 e 629 pontos. Em termos masculinos, Nathan Theodoris foi o mais pontuado com 639 pontos, com 4:12.96 nos 400L.

Resultados - http://www.analgarve.com/images/stories/10_Resultados_-_CReg__Categorias_PC.pdf